granja autossuficiente

Ovo: seu valor nutricional e como consumir na dieta diária

O ovo é um alimento com vários benefícios: tem baixa calorias; uma elevada proporção de aminoácidos e um alto valor biológico. É rico em proteínas saudáveis e é o que o organismo mais aproveita.

No entanto há frequentes dúvidas sobre o consumo de ovos na dieta diária. Se pode ser consumido quando se realiza uma dieta, se a cor influi em seu valor nutricional ou quantos ovos devem ser consumidos por semana já que historicamente o ovo como alimento tem uma má reputação para todas aquelas pessoas que têm colesterol descontrolado.

O ovo e o colesterol.

Uma coisa que deve se levar em conta é que a maioria dos alimentos ricos em colesterol são geralmente também ricos em gorduras saturadas (fiambres, carnes, embutidos, nata, manteiga e produtos lácteos sem desnatar), mas o ovo não é. Um ovo médio contém 70 e 90 calorias, aproximadamente, e 200 mg de colesterol, porém tem mais gordura insaturadas do que saturadas e o seu conteúdo em fosfolipídios (interferem na absorção) este colesterol tem pouco efeito sobre o colesterol no sangue. Basicamente, o ovo não aumentar o colesterol.

Existem vários estudos científicos que afirmam que comer um ovo por dia não é prejudicial e não aumenta o risco de sofrer uma doença cardíaca. Além disso, seu consumo é muito importante para melhorar a dieta, seu alto teor de proteína faz com que seja um alimento que dá saciedade sendo assim um importante aliado para os planos de perda de peso. Sem dúvida, o ovo é essencial para uma alimentação saudável.

Ovo cozido ou frito.

Os ovos podem ser consumidos cozidos ou fritos, o processo de fritura através do óleo ou manteiga adiciona calorias e altera de certa forma sua composição. Não deve ser frito nem com azeite porque desta forma se geraria gorduras saturadas que fazem aumentar o colesterol. Por isso o melhor será que seja frito com pequena aspersão de spray de óleo vegetal o que não acrescentará praticamente nenhuma caloria ao ovo e ficará muito parecido a um ovo frito, só que mais saudável.

Quando cozido deve-se salientar que o tipo de cocção é muito importante porque deve-se cozinhar bem o ovo para destruir a salmonela, uma bactéria perigosa que pode estar presente e causar diarreia, febre, síndrome hemolítico-urêmica em crianças e complicações graves em adultos. Para reduzir as possibilidades de contrair doenças é importante comer os ovos bem cozidos.

Um ponto a considerar é que, ao se lavar os ovos pode-se facilitar a entrada de microrganismos que podem proliferar rapidamente, isto porque a casca é porosa e tem uma camada protetora muito fina.

Cor do ovo.

Na verdade, a cor não influi no seu valor nutritivo nem na sua qualidade ou valor nutritivo, a cor varia apenas devido a raça da galinha.

Com tantas dúvidas sobre o consumo de ovos na dieta diária, é importante consultar um médico para demolir mitos que prejudicam a nossa saúde e deve-se realizar exames anualmente para observar se há alguma alteração no caso do colesterol que é facilmente reversível através de dieta, atividade física e medicação, se necessário.

Referências:

http://www.agromeat.com/

Deixe uma resposta