Forragem hidropônica: 3.000 Kg dia em apenas 248 m2

Um empreendimento lançado em Córdoba, Argentina, apresenta um sistema de produção de forragem hidropônica que promete resolver essa importante contenda dos sistemas de produção dos gado bovino, caprino e ovino.

A possibilidade de ter um pasto permanente é realizada através da produção em viveiros operados pelo sistema de hidroponia. Uma instalação com 248 metros quadrados que requer 6.000 litros de água por dia, produz 3.000 quilos de forragem fresca diariamente. O volume em combinação com os demais componentes da dieta é suficiente para alimentar 650 novilhos, dizem os promotores da iniciativa.

Um milhão de quilos de forragem hidropônica anualmente

Em resumo eles alcançam 1.000.000 de quilos por ano de forragem de aveia, cevada ou milho, com “uma sensível queda no custo de produção”, dizem os promotores do projeto.

Um viveiro com a dimensão de 248 metros quadrados, produz o equivalente a 70 hectares de pastagens, com a vantagem de não se está sujeito aos caprichos do regime de chuvas.

Há também instalações menores para alimentar, por exemplo, 40 novilhos, 20 cavalos e 250 cabras ou ovelhas.

Dois modelos de viveiro hidropônico

Dois modelos foram desenvolvidos: um viveiro de 248 metros quadrados, o que requer 6.000 litros de água diários e produz 3.000 quilos de forragem fresca por dia para 650 novilhos; e outro de 20 metros quadrados, que requer 320 litros de água diários e produz até 160 quilos de pasto diário.

O viveiro é construído em 45 dias, mais outros 10 para iniciar a produção. O primeiro modelo de 248 metros quadrados requer investimentos de 200 mil pesos à preços de julho de 2014 (o que equivale a cerca de US$ 25.000). A expectativa é que a recuperação do investimento seja alcançada em 14 meses.

Este novo conceito de produção de forragem hidropônica é uma inovação tecnológica que poderá contribuir com segurança para o incremento da oferta de produtos da pecuária.

Ver também: Cultivo de pastagens não é muito exigente em tratos especiais.

Fonte: http://www.infoagro.com/noticias/2014/pasto_siempre_con_hidroponico_y_sin_depender_del_clima.asp

Deixe uma resposta