fossa séptica

Fossa séptica: higiênica, fácil construção e o meio ambiente agradece

As fossas são escavações, ou câmara subterrânea, construídas para recolher os dejetos de casas em localidades onde não há uma rede de esgotos, principalmente no meio rural. Há três principais tipos de fossa: a fossa negra, a fossa seca e a fossa séptica.

A fossa negra é mais rústica e traz mais riscos de contaminação. É escavada diretamente no terreno e não possui revestimentos. Os resíduos caem diretamente no solo, sendo assim eles podem se infiltrar na terra e contaminar o meio ambiente tornando-o mais prejudicial à saúde. Não deve ser utilizada próximo a poços e mananciais. No caso da fossa negra, é preciso que seja esvaziada e tratada com mais frequência.

A fossa seca é construída para armazenar materiais sólidos e pastosos, não se adéqua ao recebimento de líquidos. Para construí-la é necessário garantir uma boa distância de casa e de qualquer fonte de água. Não deve ser construída em terrenos propícios a inundações. Consiste na escavação direta sem revestimento.

Já a fossa séptica é construída de cimento e alvenaria e consiste em uma cavidade que represa o esgoto para que ele seja consumido por bactérias. A fossa séptica separa líquidos de elementos mais densos que possam conter o esgoto. Ela é composta por três câmaras: a de decantação, que são decantados os resíduos suspensos, a de digestão, que utiliza as bactérias para consumir os resíduos decantados e a câmara de escuma que recebe o que não foi decantado. Em resumo: esse tipo de fossa consiste em um tanque enterrado, que recebe os esgotos, retém a parte sólida e inicia o processo biológico de purificação da parte líquida. Mas é preciso que esses efluentes sejam filtrados no solo para completar o processo biológico de purificação e eliminar o risco de contaminação.

  1. Construção de uma fossa séptica para uma casa com até 8 pessoas:

As fossas não devem ficar muito perto das casas, para evitar mau cheiros, nem muito longe para evitar tubulações longas. Elas devem ser construídas do lado do banheiro, para evitar curvas nas canalizações. Também devem ficar num nível mais baixo do terreno e longe de poços, cisternas ou de qualquer outra fonte de captação de água para evitar contaminações, no caso de eventual vazamento.

A execução da construção da fossa começa pela escavação do buraco onde a fossa vai ser instalada.

As paredes serão construídas em tijolo maciço, ou cerâmico de 8 furos. Durante a execução da alvenaria, já devem ser colocados os tubos de entrada e saída da fossa (tubos de cem milímetros), e deixadas ranhuras para encaixe das placas de separação das câmaras.

fossa séptica

  1. Dosagem da argamassa e concreto:

a) Argamassa para assentamento: ½ saco de cimento;  2 latas de cal; 6 latas de areia.

Rendimento para tijolo maciço: 7,5 m2; para tijolo de 8 furos: 12 m2.

b) Argamassa para reboco: ½ saco de cimento; 3 latas de areia; 1 Kg de impermeabilizante.

Rendimento: 4 m2.

c) Concreto (1:2:3): 1 saco de cimento; 4 latas de areia; 6 latas de pedra; 23 litros de água.

Rendimento: 0,14 m2.

Observações: O impermeabilizante de ser aplicado de acordo com as instruções do fabricante.

Todas as paredes da fossa e o fundo deve ser impermeabilizado.

As tampas das câmaras são feitas com placas pré-moldadas de concreto, para facilitar a sua execução e até a sua remoção.

A rede de esgoto da moradia deve passar inicialmente por uma caixa de inspeção, que serve para fazer a manutenção do sistema, facilitando o desentupimento, essa caixa deve ter 60 cm X 60 cm e profundidade de 50 cm, construída a cerca de 2 metros de distância da casa. Caixa construída em alvenaria, ou pré-moldada, com tampa de concreto.

3. Sumidouro.

O sumidouro é uma caixa de alvenaria  com altura entre 0,60 a um metro cujo fundo, sem revestimento, deve repousar em solo permeável. Essa caixa pode ser feita também com um tubo de cimento com 0,5 a 0,6 m de diâmetro. Caso o solo não seja permeável a água deve sair para valas feitas em curvas nível reforçadas por camalhões e cujo fundo e laterais devem ficar dentro do maciço permeável, por rasa que seja a camada.  Sobre os camalhões pode ser plantado capim de corte ou leguminosa para corte como, por exemplo, feijão guandu.

fossa séptica

  1. Fossa pré-moldada.

Uma outra opção para instalação de fossas sépticas é procurar nas lojas de materiais de construção as fossas sépticas pré-moldada geralmente de formato cilíndrico, com capacidade acima de 1000 litros e diversas medidas. É recomendável que a altura seja maior que o dobro do diâmetro. Para sua montagem, observar as orientações dos fabricantes.

 

Deixe uma resposta