carne de porco http://desenvolvimentorural.com/

Carne de porco ajuda a preservar a massa muscular e os ossos em idosos

A carne de porco de capa branca especialmente das raças Large White e Landrace, têm através da pesquisa sido selecionado e melhorado geneticamente durante décadas na busca de uma maior eficiência produtiva (basicamente na obtenção de mais quilos de carne no abate por porco ano); no fornecimento de nutrientes essenciais, tais como o zinco e vitaminas do complexo B.

As pessoas mais velhas compartilham uma série de características e peculiaridades que devem ser consideradas na hora de promover um estilo de vida saudável. Uma boa nutrição e a realização de atividades físicas regulares também é adequado para os idosos. Neste sentido, cortes magros de carne de porco podem ocupar um lugar importante na dieta dos idosos devido a suas características nutricionais. A carne de porco de capa branca apresenta uma variedade de cortes e produtos derivados da carne que se adaptam às diferentes situações fisiológicas ou patológicas de indivíduos assim como as exigências dos diferentes grupos etários.

Entre as suas propriedades nutricionais cabe destacar seu importante aporte de proteínas de alto valor biológico. Também fornece minerais de interesse como ferro, potássio, fósforo, zinco e vitaminas do complexo B (B1, B3, B6 e B12), nutrientes essenciais envolvidos em várias funções corporais, tais como a manutenção do sistema sanguíneo, dos ossos, e o desenvolvimento cognitivo, o funcionamento do coração e do sistema imunológico, sendo contribuições necessárias nas etapas do crescimento e desenvolvimento, tornando-se um ingrediente particularmente atrativo por sua boa aceitação entre crianças e adolescentes.

Em pessoas mais velhas, as proteínas contidas na carne de porco ajudam a preservar a massa muscular e manter os ossos em condições normais. Além disso, dentro deste grupo populacional, frequentemente ocorrem baixas ingestões de alguns nutrientes essenciais, tais como o zinco ou vitamina B6, que podem ser incorporados ao organismo através da inclusão de carne de porco em uma dieta equilibrada.

Igualmente as proteínas, o zinco ajuda a manutenção dos ossos em condições normais. Além disso, o zinco também favorece a proteção das células contra os danos oxidativos e a manutenção da visão em condições normais. Por outro lado, a vitamina B6 ajuda a reduzir a fadiga e o cansaço e contribui para o funcionamento normal do sistema nervoso.

Devido ao seu baixo teor de gordura, ideal para a dieta, a carne de porco de capa branca também é muito interessante para a alimentação nesse grupo populacional. Os cortes magros de carne de porco, como o lombo, só contêm apenas 2,65 g de gordura para cada 100 g, menos o que contêm uma coxa de frango (2,8 g por 100 g). Além disso, cerca de 70% da gordura da carne de porco é subcutânea, de modo que pode ser facilmente removida.

Sendo um alimento com uma grande versatilidade gastronômica, ele pode ser incluído em muitas preparações culinárias que atendam às diversas necessidades. A dieta de pessoas idosas deve incluir alimentos que lhes fornecem os nutrientes necessários e também que sejam fáceis de mastigar e digerir. Carne de porco de capa branca é ideal, tanto por seu aporte de proteínas e minerais, assim como por suas possibilidades culinárias.

Ao comer carne de porco evite bacon, paio e toucinho, que são ricas em gordura saturada, assim como embutidos (salame, linguiça…) e frios (presunto, mortadela…). Dê preferência ao lombo, a bisteca e o pernil são as opções mais magras.

A carne de porco e seus derivados são alimentos adequados para serem incluídos na dieta, devido à sua alta qualidade nutricional, pelo seu sabor muito aceito, por sua fácil digestibilidade, e pela variedade de formas de preparação permitindo adaptá-la a todos os gostos e idades. Possui algumas qualidades nutricionais que estão entre as carnes vermelha como carnes de bovino, de carneiro e de aves, encontrando uma grande variedade que se adapta a diferentes padrões alimentares, dietas e gostos mais específicos.

Referências:

http://agroalimentando.com/nota.php?id_nota=2829

http://sennutricion.org/media/Docs_Consenso/GRecomenda_cerdo_carneblanca.pdf

Agromeat

Deixe uma resposta