trator autônomo http://desenvolvimentorural.com/

Trator autônomo manobrado pelo celular é o futuro da agricultura

Foi apresentado nos Estados Unidos, o Magnum autônomo que é uma visão do futuro da agricultura de precisão. Case IH (fabricante de equipamentos agrícolas) apresentou um conceito de trator autônomo no Farm Progress Show, uma das maiores feiras agrícolas nos Estados Unidos, realizada em Boone, Iowa. O Magnum é um veículo que não tem cabine e pode operar de forma autônoma como uma poderosa ferramenta de campo.

“Em várias partes do mundo, encontrar mão de obra qualificada durante a época de colheita é um desafio constante para os nossos clientes”, disse o presidente mundial da Case IH, Andreas Klauser. “Hoje nós estamos oferecendo um piloto automático e telemetria em nossos equipamentos para o gerenciamento remoto de máquinas. Este conceito de trator autônomo irá oferecer aos nossos clientes ainda mais a eficiência operacional para tarefas como preparo de solo, plantio, pulverização e colheita “, acrescentou.

Klauser disse que o conceito foi criado para validar a tecnologia e para responder ao feedback dos clientes sobre seus interesses e necessidades acerca de produtos autônomos futuros de acordo com suas operações.

“Explorar as possibilidades que esta tecnologia pode oferecer aos nossos clientes é algo muito surpreendente para nós. Estamos ansiosos para receber as contribuições deles sobre este conceito e de como podemos ajudá-los a alcançar novas eficiências”, disse Klauser.

A equipe de Engenharia de Inovação e Desenvolvimento de Produtos da Case IH escolheu o trator Magnum como base para o conceito autônomo, porém com um estilo redesenhado. O veículo foi construído para uma interface completamente interativa, permitindo o monitoramento remoto das operações pré-programadas. O sistema de bordo levará automaticamente em consideração a largura dos complementos e estabelece o curso mais eficiente, dependendo do terreno, obstruções e máquinas em uso no mesmo campo. Remotamente, o operador pode monitorar e ajustar os caminhos e parâmetros através do computador ou tablet.

Através do uso de radar, com reflexão, geração e telemetria de luz e câmeras de vídeo a bordo, o veículo pode perceber os obstáculos parados ou em movimento em seu caminho e parar até que o operador notificado por alertas sonoros e visuais, especifique um novo curso. O trator autônomo também irá parar imediatamente, se o sinal de GPS ou dos dados de posição se perderem, ou se o botão de parada manual for pressionado. As tarefas da máquina também podem ser modificadas em tempo real pela interface remota ou avisos meteorológicos automáticos.

O gerente de Marketing de Produto Global de Agricultura de precisão (AFS) da Case IH, Rob Zemenchik, explicou que o funcionamento do trator autônomo une as novidades de orientação, telemetria, compartilhamento de dados e gerenciamento agronômico para fornecer aos administradores dos campos mais controle, capacidade de monitoramento e economia de recursos.

“Quem administra a propriedade pode monitorar as atividades de várias máquinas em um dispositivo móvel, como tablet, enquanto participa de outras tarefas ou até mesmo opera um outro veículo”, disse Zemenchik.

“Vários tratores autônomos podem funcionar como uma frota ou simultaneamente em vários subfrotas designadas para campos separados, com mapas e trajetos pré-programados. Então pode-se ter um trator puxando um implemento acompanhado de perto por outro operando uma semeadora. As oportunidades de ganhos de eficiência são substanciais”.

Embora o veículo autônomo seja considerado um conceito de trator atualmente, Zemenchik disse que a tecnologia pode funcionar tão bem como um trator com cabina normal onde você pode usar dados meteorológicos por satélite em tempo real para definir, de preferência, o tempo da colheita, assim como de nitrogênio, herbicidas ou fungicidas”.

“Estas melhorias tornam-se realmente muito interessante para os nossos clientes quando o clima entra em jogo. Se começa a chover em um campo, o trator para automaticamente tudo o que estava fazendo e se transferirá para outro campo que está seco para trabalhar “, disse Zemenchik.

Os executivos da empresa compartilharam um vídeo de aração e plantio do trator Magnum autônomo em um terreno localizado no sudeste dos Estados Unidos no início do verão para aquela região.

Para o desenvolvimento deste conceito, CNH Industrial trabalhou juntamente com o seu provedor de tecnologia a distância ASI (Soluções Autônomas Incorporadas), uma empresa líder em soluções autônomas para rotas, com sede em Utah, Estados Unidos.

Vídeo:

Referência:

http://agroalimentando.com/nota.php?id_nota=5312

 

Deixe uma resposta