alho e seus benefícios

Alho e seus benefícios, usos e propriedades medicinais

O alho era usado como medicamento natural muito antes de ser usado como tempero. O Codex Ebres, um papiro egípcio datado de 1550 aC, contém 22 benefícios do alho com finalidade curativa em doença cardíaca, parasitas intestinais e tumores. Já nas mais antigas civilizações, era consumido e recomendado para dar energia e fornecer proteção contra todos os tipos de males.

O alho é um alimento com muitos benefícios e propriedades. Podemos também considerar essencial na cozinha. Também é relativamente fácil de plantar e cultivar em uma horta urbana. É uma planta medicinal que podemos cultivar.  Ver: http://desenvolvimentorural.com/horta-urbana/.

Mas há também algumas contra indicações. Em grandes doses o seu consumo pode ser prejudicial, devendo ser evitado por pessoas que sofrem dores de cabeça e biliosidade. Também não é recomendado em mulheres durante a lactação. Não é recomendado para cães.

A forma de prepará-lo também é muito importante. Um ditado popular diz que “o alho cozido, alho perdido.” A melhor maneira de tirar proveito de todas as suas propriedades medicinais é consumi-lo cru, pois cozido perde mais de 90% da sua eficácia. Você pode comê-lo inteiro, picado ou esmagado.

Características do alho.

É uma planta nativa da Ásia ocidental, cultivada há mais de 7.000 anos. Ele mede cerca de 30 cm e o bulbo é formado por uma cabeça dividida em segmentos que são denominados dentes, envolto em uma fina película.

Após a colheita, as cabeças de alho devem ser mantidas em um lugar não muito quente ou frio e com boa ventilação, onde se deve deixar secar durante várias semanas.

Propriedades nutricionais.

É um alimento que se destaca por seu conteúdo calórico, mais de 100 kcal por 100 gramas. O seu teor nutricional baseia-se principalmente em hidratos de carbono, mas também tem alguma proteína (5 g / 100 g).

É rico em minerais tais como sódio, potássio, fósforo e magnésio, vitaminas B e compostos aromáticos de enxofre tais como alicina que combate a doença cardíaca e câncer, e é formado a partir do alho quando cru é cortado, triturado ou mastigado.

Tipos de alho.

Com características nutricionais semelhantes, existem pequenas diferenças:

  • Branco: o mais comum. Geralmente tem mais dentes do que outros tipos é mais volumoso e se conservam por mais tempo.
  • Roxo amadurecem mais cedo do que os brancos e são geralmente maiores, porém se conservam por menos tempo e são mais picantes.
  • Alhos tenros: pequenos e de sabor e cheiro menos acentuado. São pouco maduros porque foram colhidos antes que o bulbo tenha amadurecido.
Benefícios.

Antibiótico: Em 1858, Louis Pasteur demonstrou que o alho era um antibiótico natural altamente recomendado, mostrou em laboratório que interrompia o crescimento de bactérias. Na Segunda Guerra Mundial, dada a escassez de antibióticos, o exército russo utilizou massivamente para os doentes e feridos em combate.

Dor de ouvido: Este remédio deve ser usado com grande cautela porque o ouvido é uma área muito delicada. Esmagar dente de alho e colocar em uma colher de azeite quente num recipiente, deixar em repouso 5 minutos. Deixe esfriar para finalmente colocar algumas gotas no canal auditivo.

Reumatismo: Esmagar o alho e aplicar sobre as partes afetadas alivia dores reumáticas.

Insônia: Jantar uma salada de alho com alface vai ajudar a dormir melhor.

Limpador facial: Algumas mulheres usam alho para limpar a face. Para aplica-lo se faz uma pasta fina de alho, misturando-a com um pouco de azeite de oliva e açúcar. Aplica-se de forma circular sobre a face para, finalmente, enxaguar com água. Se tiver ferimentos melhor não usar porque pode arder bastante.

Manchas no rosto: Esmagar o alho e aplicar sobre as manchas. Ao mesmo tempo comer um dente de alho cru por vários dias.

Controles de colesterol: Um estudo da Escola de Medicina da Universidade de Stanford, aponta que o alho contendo alicina reduz os níveis de colesterol total e triglicérides. Alicina é um composto de enxofre encontrado no alho que aparece apenas quando o alho é esmagado ou cortado.

Melhora a circulação: Ao ajudar na redução do colesterol, diminui também as obstruções arteriais ou arteriosclerose que é a causa da maioria dos ataques cardíacos e derrames cerebrais. O seu principal efeito positivo provem da vitamina B, que reduz os níveis de homocisteína (aminoácido presente no plasma do sangue que está relacionado com o surgimento de doenças cardiovasculares) substância que pode danificar as paredes dos vasos sanguíneos e do selênio que ajuda a combater as doenças cardíacas.

É um bom aliado para combater varizes, um excelente alimento para desinflamar as veias inchadas e melhorar a circulação.

Aliado contra a hipertensão: A alicina do alho é particularmente eficaz na melhoria da circulação sanguínea.

Melhora a digestão: A sua ingestão favorece a secreção de suco gástrico, sua ação antisséptica e antibiótica combate várias doenças do sistema digestivo.

Constipações e gripes: Atribui-se ao alho um efeito descongestionante no tratamento das afecções das vias respiratórias, resolvendo os congestionamentos, promovendo a desinfecção, desinflamando os brônquios e como expectorante. Comer três a quatro dentes de alho por dia, de preferência crus e esmagado, adicionar a sopas, guisados, molhos para massas e salada.

Afrodisíaco: O alho tem sido usado como afrodisíaco desde os tempos antigos. Os cientistas descobriram que come-lo pode aumentar o desejo sexual dos homens que sofrem de impotência porque ajuda na circulação e bombeamento do sangue para as extremidades.

Acne: Seu poder antioxidante ajuda a pele e demais tecidos a regenerar-se e manter-se jovem. Máscaras de alho amacia e fortalecem a pele e também ajuda a regeneração celular. Entre os remédios caseiros é muito popular para combater a acne. Corta-se um dente de alho ao meio e esfrega na face utilizando a parte interna do alho em contato com a pele, deixa alguns minutos e lava bem com sabão neutro para remover o odor, as propriedades antibacterianas ajuda a diminuir o aparecimento de acne e diminui a que já se tem.

Infecções intestinais: Ajuda a combater as infecções intestinais causadas pelos alimentos melhor do que alguns antibióticos, segundo um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade do Estado de Washington.

O alho cru é uma excelente escolha natural para expulsar parasitas intestinais. Recomenda-se como parte de uma dieta depurativa, que também inclui mel, suco de limão, sementes de abóbora, cenoura e beterraba. Quando consumido em quantidades de aproximadamente três dentes diariamente ajuda para que os parasitas deixem o aparelho digestivo.

Pesticidas: É recomendável planta -lo em torno da horta. Pode-se desenvolver um pesticida usando álcool e alho, para usá-lo como: Inseticida, repelente e fungicida caseiro ecológico. Ver: http://desenvolvimentorural.com/inseticidas-e-fungicidas-caseiros/.

Tratamento de herpes labial: Cortar um dente de alho ao meio e colocá-lo diretamente nas herpes durante 10 minutos, várias vezes por dia. Come-lo também pode acelerar o processo de cicatrização.

Auxílio na perda de peso: Alho envia sinais de saciedade para o cérebro e estimula a função metabólica que ajuda a queimar mais calorias.

Pé de atleta: É um poderoso fungicida natural, por isso é ideal para o tratamento de infecções fúngicas, como pé de atleta. Adicione alguns dentes de alho esmagados em uma bacia de água morna e mergulhar os pés por 30 minutos.

Repelente de mosquitos: Aqueça um pouco de azeite com um par de dentes de alho esmagado, deixe repousar 24 horas. Misturar com um copo de água e sumo de um limão, agitar e coar o líquido resultante em uma garrafa de pulverização.

Reparar vidro quebrado: Quando um vidro trinca ligeiramente, o alho pode ser uma solução rápida e temporária até que se possa trocá-lo. Esfrega-se as rachaduras com alho esmagados. É uma cola excepcional, de modo que as fendas não irão aumentar.

Retirar lasca de madeira da pele: Corte uma fatia de alho e coloque sobre o fragmento de madeira fixando-o com algum curativo. Espera-se por algumas horas e remove-se o curativo e a lasca está fora.

Flatulências: O seu consumo regular alcança um equilíbrio intestinal e promove o desenvolvimento da flora benéfica, ao mesmo tempo que mata as bactérias prejudiciais, alcançando uma digestão mais eficiente.

Xarope para tosse: Alivia a inflamação e ajuda com o excesso de muco. Faz-se uma infusão de alho colocando-se dois dentes descascadas em água fervente por 5 minutos. Pode ser tomado com gengibre e mel para torná-lo mais agradável.

Limpador Desinfetante: Pica-se 4 dentes de alho e coloca-se num frasco de spray que contenha vinagre branco. Coloque algumas gotas de essência de limão e pronto.

Referências:

http://ecoinventos.com/ajos-beneficios/#ixzz4D6eiiZiy

Documentación: ecocosas.com / salud.univision.com/es

Block, David. Garlic and Other Alliums: The Lore and the Science. Royal Society of Chemistry, 2010.

Foster, Steven y Johnson, Rebecca L. Desk Reference to Nature´s Medicine. National Geographic Society, 2006.

Hansanugrum, A. y Barringer, S. A. (2010). “Effect of Milk on the Deodorization of Malodorous Breath after Garlic Ingestion” en Journal of Food Science, 75: C549-C558.

Weiss, Gaea y Shandor. Growing and Using the Healing Herbs. Rodale Press, 1985.

Werner, David, Thuman, Carol y Maxwell, Jane. Donde no hay doctor: Una guía para los campesinos que viven lejos de los centros médicos. Hesperian Health Guides 2010.

University of Michigan-Dearborn, Native American Ethnobotany Database.

 

Deixe uma resposta